Saltar para o conteúdo principal
Trienal de Arquitectura de Lisboa

Sobre

A 9ª edição

Já é habitual que, na recta final do mês de Setembro, o Open House inunde Lisboa com rotas inéditas, dê a descobrir espaços de arquitectura e convide todas as pessoas curiosas e interessadas a juntar-se à experiência de ser turista na sua própria cidade. Por isso, 2020 não é excepção e a 9ª edição traz com ela também um novo formato. Adaptada ao actual contexto pandémico que exige distanciamento físico, a Trienal não se distancia desta experiência enriquecedora, propondo uma reinterpretação da capital com um percurso guiado pelo imaginário de oito lisboetas muito especiais.

A 26 e 27 de Setembro, o Open House volta à cidade e devolve a descoberta da capital ao público, convidando a serpentear por Lisboa de forma independente, numa experiência sensorial e inédita. Através de oito passeios sonoros especialmente criados, que exploram a colecção de espaços de arquitectura que reunimos desde 2012, pode viajar por Lisboa de forma independente.

Numa viagem sensorial, a 9ª edição propõe assim explorar a cidade através de áudio-guias, narrados na 1ª pessoa por autorias de diferentes campos culturais: a comunicadora Inês Meneses, a cineasta Leonor Teles, a coreógrafa Lígia Soares, a jornalista Paula Moura Pinheiro, o arquitecto Gonçalo Byrne, o escritor Gonçalo M.Tavares, o historiador Rui Tavares e o músico Tomás Wallenstein.

Ao descarregar os oito ficheiros áudio e o mapa de Lisboa, o seu telemóvel ou dispositivo acompanham-o nesta viagem sonora de inegável riqueza e diversidade. O Open House Lisboa, de mãos dadas com vozes únicas, existe durante dois dias inéditos que sugerem formas singulares de ouvir, ver, sentir e viver Lisboa.

Um convite para mergulhar de forma mais profunda nos percursos, que activa os sentidos e orienta o público para escutar, tocar e contemplar. E, com a energia do Voluntariado Open House, não há percurso onde se perca ou ponto cardeal mal interpretado: cada elemento desta família vai orientar a direcção correcta e responder a todas as dúvidas e curiosidades que despertem durante o fim-de-semana.

Uma edição especial, numa rota para parar, escutar, olhar e sentir uma Lisboa ao ouvido, vivida por si.

Ver programa

Como Funciona

Durante um fim-de-semana, os passeios sonoros são gratuitos, sem marcação. São feitos de forma independente, acompanhados ou não, numa hora à sua escolha. Para aderir a cada um destes passeios pela cidade é simples. Aqui vão os passos a seguir:

  • Descarregar um ou vários dos oito ficheiros áudio dos passeios e o mapa com o itinerário
  • Percorrer, de auscultadores, os percursos distintos de forma independente, cumprindo as normas de segurança do contexto de 2020
  • No início de cada percurso, temos uma equipa disponívelpara responder às suas questões, sempre que necessário.

Organização

A Trienal de Arquitectura de Lisboa é uma organização sem fins lucrativos cuja missão é investigar, dinamizar e promover o pensamento e a prática da arquitectura. A cada três anos, realizamos um grande fórum de debate, reflexão e divulgação que cruza fronteiras disciplinares e geográficas. Para além disso, organizámos também os ciclos de conferências Distância Crítica no CCB, e organizamos múltiplos eventos na nossa sede — o Palácio Sinel de Cordes — que integra também um Pólo Criativo.

Um conceito originalmente criado em Londres em 1992 por Victoria Thornton, o Open House Lisboa faz parte da grande família Open House Worldwide. Desde 2012 que a Trienal de Lisboa organiza o OH Lisboa e desde 2015 que o faz em parceria com a EGEAC.

Dirigido ao grande público, o OH Lisboa tem como objectivos e princípios base:

  • Aproximar cidadãs e cidadãos à arquitectura da sua cidade
  • Dar a conhecer espaços habitualmente fechados ao público
  • Organizar visitas gratuitas envolvendo personalidades ou especialistas de diferentes áreas
Favoritos
Animação de Carregamento