Saltar para o conteúdo principal
Trienal de Arquitectura de Lisboa

Arquitectura na rua, Lisboa ao ouvido

A 9ª edição e uma mão cheia de quilómetros

No último fim-de-semana de Setembro de 2020, a 26 e 27, o Open House voltou às ruas para celebrar a arquitectura da cidade, enaltecer a personalidade de Lisboa e estrear um formato. Em ano de pandemia, de novas regras e mais distanciamento, a Trienal aproximou-se do desejo de re-inventar esta programação, sem a adiar para 2021. Porque a arquitectura não se adia, a 9ª edição convidou a sair de casa para caminhar e vaguear por lugares do quotidiano. Pela primeira vez, uma selecção eclética de pessoas de diferentes áreas da cultura participou nesta programação, reunindo uma diversidade de olhares sobre a capital portuguesa para redescobrir a mesma cidade.

Durante dois dias, quem caminhou pelos passeios sugeridos, presenciou pessoas amigas, familiares, casais e gente sozinha a palmilhar as mesmas ruas, de mapa nas mãos e auscultadores nos ouvidos. Atenção redobrada, olhares em redor e Lisboa fez-se esse lugar de caminhos guiados pelas vozes de Inês Meneses, Leonor Teles, Lígia Soares, Gonçalo Byrne, Gonçalo M.Tavares, Paula Moura Pinheiro, Rui Tavares e Tomás Wallenstein, convidando-nos a participar e a ir. E fomos. Há quem tenha percorrido os 700 metros de Espaço, Cadeira, Caminho e Escrita de Gonçalo M. Tavares ou quem tenha somado mais de 20 km fazendo o pleno dos oito percursos. Ouvimos Luís Severo e vestimos esses Olhos de Lince para domar o edificado em redor, ficámos mais familiarizados com nomes de prédios, descobrimos galerias onde nunca tínhamos entrado e, assim, o apetite foi reanimado pelas memórias do palato que várias vozes evocaram.

A par da urbanidade que se explorou entre Damião de Góis ou os amantes do Caleidoscópio, também as crianças foram activas participantes destes roteiros através dos quais convidamos a imaginar a cidade e quem a habita, ou repensar as suas formas e criaturas. Verificou-se uma adesão sem igual das famílias que se juntaram e dedicaram também parte do seu tempo às crianças. Em 2020, o Open House Júnior materializou-se em fichas de actividades lúdico-pedagógicas pensadas para estimular a exploração da observação e imaginação em torno do mundo que habitamos.

Reinventámo-nos para sublinhar a importância da cidade e deste evento que marca a (nossa) agenda de Setembro. Unimos esforços para que fosse possível estreá-lo. Com uma grande cumplicidade, a Dizplay Soundlab aliou-se a esta minuciosa viagem pela produção dos ficheiros áudio que totalizam 454 minutos, tornando este projecto numa realidade. Em conjunto, somámos muitas horas entre o estúdio de gravação e a sonoplastia  para construir e dar forma aos áudios que foram o GPS mestre destas viagens sensoriais.

Os passeios sonoros ficaram disponíveis a 25 de Setembro de 2020, no site oficial a partir da plataforma SoundCloud, Spotify no iTunes e nos agregadores habituais. De 25 a 27 de Setembro, registámos 4.766 reproduções distribuídas entre 4.396 reproduções no SoundCloud e 370 no Spotify) e 2.118 descarregamentos, o equivalente a 6.884 visitas. O pico de utilizadores aconteceu no Sábado, 26 de Setembro, sendo o passeio do arquitecto Gonçalo Byrne o mais requisitado. Optou-se por manter no ar os passeios sonoros, dando a oportunidade a quem não teve disponibilidade durante o fim-de-semana, de aceitar o convite e ser deixar-se guiar por personalidades únicas da cultura em Portugal. Financiado pela Direcção Geral das Artes, o Open House é uma co-produção entre a Trienal de Arquitectura de Lisboa e a EGEAC, integrando a programação Lisboa Na Rua e envolvendo os seus espaços culturais. Desde a sua criação, conta com a parceria estratégica da Câmara Municipal de Lisboa e Fundação EDP e insere-se na rede internacional Open House Worldwide, que liga mais de meia centena de cidades do mundo por entre cinco continentes.

Esta celebração envolveu uma vez mais as parceiras institucionais (Fundação Serra Henriques, Casa da Arquitectura, Metropolitano de Lisboa), contou com um conjunto de parceiras media que amplificaram a divulgação (Antena 1, Archdaily, Canal180, Cision, Jornal Construir, FG+SG – Fotografia de Arquitectura, Gerador, RTP), contou ainda com uma equipa de estudantes da ETIC,  responsáveis pela produção de reportagem de vídeo, bem como com diversos apoios (Docomomo Portugal, ATL – Associação de Turismo de Lisboa, Ammazza, Fab Lab Lisboa, Come, Gira – Bicicletas de Lisboa e Jardins Abertos) com quem partilhamos esta conquista.

E, com a força e garra habituais, quem também se juntou a nós foi a equipa de voluntariado. A chamada de inscrições registou um número superior ao necessário, ultrapassando as nossas melhores expectativas. Este grupo composto de várias idades e áreas de formação  trouxe a energia fundamental para favorecer a melhor fruição deste circuito que mapeou Lisboa. Em reconhecimento da sua generosidade, distribuímos lanchinhos, oferecemos vouchers e a trilogia do catálogo da Trienal 2010. E, agora, fique a par dos agradecimentos a essa família que assumiu diferentes papéis:

Adalgisa Rodrigues, Alexandra Sorokina, Ana Catarina Correia, Ana Filipa Muxagata, Ana Rita Valente, André Rosa, Arthur Macedo, Barbara Arita, Beatriz Couto, Beatriz Gomes, Bruna Silva, Bruno Xisto, Carlos Jorrim, Carolina Cerqueira, Catarina Martins, Clara Sprung, Daniela Esteves, Diogo Santos, Diogo Veloso, Eduardo Barreira, Emilija Sequeira, José Francisco Loureiro, Gabriel Lima, Gabriela Magalhães, Gabriella De Souza Martins, Giovanna Belmiro, Guilherme Adão, Inês Inácio, Inês Marques, Inês Soares, Ingrid Guerth Mayer, Jared Fantasia, Joana de Lemos, Joana Simões, João Fernandes, João Gomes, João Pedro Simões, José Frutuoso, Jule Kurbjeweit, Julia Hachiya, Laura Sofia Pinzón, Leonor Joanes, Lina Jesus, Luísa Lisboa, Luisa Medina, Luiz Augusto Perine, Mafalda Pinto, Manuel Louro, Manuela Synek, Marcelo Ribeiro, Márcia Gonçalves, Marco Morais, Maria Cristina Camacho, Maria Nogueira, Mariana Faria, Mariana Luís, Marília de Jesus Pires, Marina de Carvalho, Marjory Ribeiro, Marta Custódia, Miguel Ferreira, Miguel Santos, Mónica Leonardo, Nicoleta Iurescu, Paula Rodrigues, Paulo Leone, Pedro Couto de Sousa, Raquel Ambrósio, Raquel Nunes, Raquel Pereira, Rebecca Nunes, Rei Balduino Simões, Rita Candeias, Rita Pedro, Roberta Marquardt, Rosana Lopes, Rúben Coelho, Sandra Samina, Sofia Rocha, Sofia Silva Correia, Susana Duarte, Tânia Pinheiro, Thamires Melo, Tiago Lourenço, Tiago Pinto, Tuany Oliveira, Vasylyna Kuzmych, Vinicios Brito, Vitor Moreira, Zaida Freire

Da parte da organização, a 9ª edição envolveu 54 pessoas, dedicadas a diversas frentes e áreas. Agora, inicia-se um trabalho preparativo para a nossa participação no 1º festival online internacional do Open House Worldwide que acontece a 14 e 15 de Novembro 2020, com os olhos postos sobre a 10ª edição para 2021 que conta ser muito especial.

Galeria de Imagens

Convidamos a viajar pela 9ª edição na nossa galeria fotográfica.

Favoritos
Animação de Carregamento