Saltar para o conteúdo principal
Trienal de Arquitectura de Lisboa
© Nelson Garrido

Cineteatro Capitólio

  • Autores Originais:
  • Luís Cristino da Silva
  • (1931)

  • Intervenções:
  • Alberto Souza Oliveira
  • (2016)

Um dos teatros que fazem parte do conjunto Parque Mayer, este equipamento está implantado no espaço dos jardins e adjacentes do antigo Palácio Mayer. A ladear a Avenida da Liberdade, o Parque posiciona-se estrategicamente no eixo cultural de Lisboa para as artes de palco, onde floresceram os maiores teatros, cinemas e auditórios ao longo de vários séculos. O cineteatro foi inaugurado oficialmente a 10 de Julho de 1931, e afirmou-se como obra de transição entre um novo déco e um purismo racionalista. A sala acomodava 1391 espectadores, número que ultrapassava qualquer outra sala de cinema de Lisboa. Em 1935, a obra do 1º balcão aumenta a plateia para 1400 espectadores. Nos anos 1980, o edifício entra em decadência embora mantivesse a sua actividade com a projecção de filmes eróticos e pornográficos. Classificado como Imóvel de Interesse Público em 1983, a Câmara Municipal de Lisboa leva a cabo uma acção para a sua recuperação, que é concluída a Novembro de 2016. Esta obra de recuperação confere ao edifício, cuidadosamente, a sua linguagem original.

Morada
Travessa do Salitre, 35
Obter Direcções

Transportes Públicos
Autocarro: 709, 711, 732, 736, 746, 783
Metro: Avenida

Tipologia
Equipamentos

Fotografia
Permitido fotografar

Favoritos
Animação de Carregamento