Saltar para o conteúdo principal
Trienal de Arquitectura de Lisboa

Conjunto Habitacional Pantera Cor-de-Rosa

  • Autores Originais:
  • Gonçalo Byrne Arquitectos ,
  • António Reis Cabrita
  • (1972)

Ocupação prevista: MédiaOcupação prevista: Média

Os estudos para a área de Chelas são iniciados em 1960, no GTH (Gabinete Técnico da Habitação da CML), coordenados pelo arquitecto Rafael Botelho e têm como principal objectivo desenvolver uma estrutura urbana diversificada na zona ribeirinha até Vila Franca de Xira. Para a chamada Pantera Cor-de-Rosa, Gonçalo Byrne e António Reis Cabrita inspiraram-se directamente em Gallaratese, complexo habitacional de Aldo Rossi na periferia de Milão, que propõe um monumento à habitação colectiva. Os arquitectos propõem confrontar a grande dimensão do vale com um ambiente mais habitável. Neste sentido, propuseram um sistema de quarteirões composto por edifícios em banda (paralelos e perpendiculares) delimitando uma rua interior e uma praça. O conjunto é unificado através de uma pele pintada a cor-de-rosa, mas igualmente através de uma rede de ruas em galeria e pontes que instituem uma circulação superior à do automóvel. A grande escala do conjunto contrasta com a pequena dos recantos das circulações e das habitações.

Morada
Rua Norte Júnior (junto ao cruzamento com a Rua Pedro José Pezerat)
Obter Direcções

Transportes Públicos
Autocarro: 731, 750

Tipologia
Habitação

Fotografia
Não é permitido fotografar

Sábado 10h–13h30

Por voluntário
Cada 30 minutos*
*excepto quando existe visita por especialista

Por especialista
10h por António Reis Cabrita

Lotação
Máximo 15 pessoas

Animação de Carregamento