Saltar para o conteúdo principal
Trienal de Arquitectura de Lisboa
© Paulo Reis Silva
© Paulo Reis Silva
© Paulo Reis Silva

Igreja São Jorge de Arroios

  • Autores Originais:
  • Erich Corsépius ,
  • Manuel Alzina de Menezes
  • (1972)

A Igreja foi construída no século XX no contexto do Movimento de Renovação da Arte Religiosa (MRAR), em substituição da anterior igreja, demolida em 1969. Surge implantada no gaveto das ruas Alves Torgo e Carlos José Barreiros, debruçada sobre o jardim fronteiro. O adro alberga o Cruzeiro de Arroios, transferido da sacristia da anterior igreja que a importara do Largo de Arroios. O desafio principal foi encontrar uma solução que permitisse o escoamento para a via pública do enorme número de praticantes da missa de domingo, cuja resposta passou pela supressão da rua a sul da igreja, passando esta a ligar-se directamente ao largo. A igreja é separada volumetricamente dos anexos e internamente converge a atenção dos fiéis para o altar. É organizada de forma assimétrica, numa configuração em leque com o presbitério num dos cantos e distribui a assembleia por dois níveis – nave e tribuna.

Morada
Rua Alves Torgo, 1
Obter Direcções

Transportes Públicos
Autocarro: 706, 708, 736
Metro: Arroios, Saldanha

Tipologia
Equipamentos

Fotografia
Permitido fotografar

Sábado e Domingo, 15h-18h30 (Visitas Livres)

Por voluntário
cada 30 minutos*
*excepto quando existe visita por especialista

Por especialista
Domingo, 15h por João Luís Marques

Acessíveis
Domingo
10h30 - Pessoas cegas ou com baixa visão
10h30 - Pessoas com deficiência intelectual

Lotação
10

Favoritos
Animação de Carregamento