Saltar para o conteúdo principal
Trienal de Arquitectura de Lisboa
© Eduardo Sousa Ribeiro
© Eduardo Sousa Ribeiro

MUHNAC – Picadeiro do Real Colégio dos Nobres

  • Autores Originais:
  • Carlos Mardel
  • (1761)
Fora do Roteiro Actual

Inserido num edifício em estilo neoclássico, o Picadeiro representa o único espaço que subsiste das fundações da instituição do Colégio dos Nobres, em funcionamento durante o século XVIII. Este amplo espaço de planta rectangular distingue-se pela cobertura em madeira, composta por sete asnas principais de duplo perfil, que definem duas águas de secção quebrada. Na sua origem, o Real Picadeiro do Colégio dos Nobres destinava-se a aulas de equitação e de esgrima para os seus alunos. Após 1837, quando a instituição é transformada na Escola Politécnica de Lisboa, o recinto perde a sua função original e, por isso, sofre um conjunto de obras de requalificação. As antigas cavalariças passaram a ser utilizadas como garagem e, após 1958, o Picadeiro serviu diversas funções culturais e recreativas (adoptando novos pavimentos e incluindo balneários e bancadas). Actualmente, tem sido utilizado como espaço complementar à actividade do museu, nomeadamente para exposições temporárias e eventos culturais. Em 1978, foi classificado como Imóvel de Interesse Público.

Morada
Rua da Escola Politécnica, 54
Obter Direcções

Tipologia
Equipamentos

Fotografia
Não é permitido fotografar

Favoritos
Animação de Carregamento