Saltar para o conteúdo principal
Trienal de Arquitectura de Lisboa
© Ana Godinho
© Ana Godinho
© Ana Godinho

Palácio dos Condes da Calheta

  • Autores Originais:
  • Várias autorias
  • (séc. XVII)

Ocupação prevista: MédiaOcupação prevista: Média

Construída em Belém pelo quarto Conde da Calheta em meados do século XVII, esta residência de veraneio apresenta uma arquitetura barroca. Adquirido por D. João V em 1726, o palácio foi objeto de uma profunda requalificação. Foi palco do processo dos Távoras, acolheu personalidades ligadas à Corte e terá sido habitado por funcionários da Casa Real aposentados. Os terrenos anexos foram transformados, no princípio do século XX, em Jardim Colonial de Lisboa e o Palácio, a partir de 1929, abriu portas como Museu Agrícola Colonial. Em 1940 foi transformado em Pavilhão da Caça e do Turismo durante a Exposição do Mundo Português e posteriormente alvo de obras de restauro que lhe devolveram a feição de casa nobre setecentista. Atualmente, parte integrante do património da Universidade de Lisboa, acolhe o Centro de Documentação e Informação do Instituto de Investigação Científica Tropical, as reservas de etnografia e uma xiloteca histórica.

Morada
Rua General João de Almeida, 15
Obter Direcções

Transportes Públicos
Autocarro: 15E, 714, 727, 728, 729, 732, 751, 79B

Tipologia
Palácios e Conventos

Acessibilidade
Reduzida

Fotografia
Permitido fotografar

Domingo 10h — 13h / 14h — 18h

Por voluntário
1 por hora

Por especialista
10h e 14h por Ana Godinho e Rosário Salema de Carvalho

Lotação
20

Favoritos
Animação de Carregamento