Saltar para o conteúdo principal
Trienal de Arquitectura de Lisboa
© Trienal de Lisboa
© Trienal de Lisboa

Pavilhão de Exposições do Instituto Superior de Agronomia

  • Autores Originais:
  • Pedro d’Ávila
  • (1884)

Este edifício de ferro e de vidro, inaugurado em 1884 pelo rei D. Luís I, é considerado um dos ex-líbris da tapada. Construído para a III Exposição Agrícola de Lisboa, procurou acompanhar em ambição a arquitectura do ferro a nível nacional, nomeadamente do Palácio de Cristal do Porto (1865) ou a nível internacional, do Palácio de Cristal Hyde Park em Londres (1851) e o Trocadéro de Paris (1878). Ladeando simetricamente o pavilhão, encontram-se dois chalés típicos da época. A nascente a vacaria, com um relógio no tímpano e campanário. A poente a abegoaria, igualmente com um campanário contendo um barómetro, local onde se encontrava o gado equino. Mais tarde, este pavilhão tornou-se conhecido por acolher exposições nacionais de floricultura. Em 1889, é construído o chalé para residência de almoxarife, o qual se tornou posteriormente a residência do director do ISA.

Morada
Tapada da Ajuda, 44
Obter Direcções

Transportes Públicos
Autocarro: 18E, 742, 760

Tipologia
Equipamentos

Fotografia
Permitido fotografar

Favoritos
Animação de Carregamento