Saltar para o conteúdo principal
Trienal de Arquitectura de Lisboa

Regularização dos Bairros PRODAC

    Fora do Roteiro Actual

    Processo de habitação, realojamento e urbanização que começa em tempo de ditadura e de frenesim fabril na zona Oriental de Lisboa. Fala-nos do êxodo rural para a capital, das expectativas de quem vivia em habitações muito precárias nas quintas do Marquês e das Claras, e que, através de um programa cooperativo da Associação da Produtividade na Auto Construção (PRODAC), construiu a sua casa pelos próprios meios. A Câmara Municipal de Lisboa cedeu precariamente o terreno, em 1971, e construiu paredes e tectos. Os moradores construíram tudo o resto. Em 2009, as 2500 pessoas que habitavam este bairro do Vale do Fundão pediram a regularização da titularidade da propriedade. Os autores acompanharam este processo através do levantamento das casas e de verificação regulamentar, financiados pelo Programa BIP/ZIP da Câmara Municipal de Lisboa. O desenho do anfiteatro e das novas acessibilidades foram relevantes para a consolidação e a continuidade urbana do bairro com a sua envolvente.

    Morada
    Rua Bento Mântua, 11
    Obter Direcções

    Transportes Públicos
    Autocarro: 749, 755, 793

    Tipologia
    Habitação

    Acessibilidade
    Parcial

    Fotografia
    Permitido fotografar

    Favoritos
    Animação de Carregamento