Saltar para o conteúdo principal
Trienal de Arquitectura de Lisboa

Terraços do Carmo

  • Intervenções:
  • Álvaro Siza
  • (2015 reabilitação)

Envolvendo o Convento do Carmo, nos logradouros antes ocupados por construções diversas, existem agora percursos que culminam neste novo miradouro dos Terraços do Carmo. Esta obra conclui o Plano de Recuperação da Zona Sinistrada do Chiado — projecto do arquitecto Álvaro Siza Vieira — iniciado na sequência do grande incêndio que ocorreu em 1988. O conjunto edificado reconstrói sabiamente a memória da cidade. Subindo a partir do Pátio B, descobre-se o que estava escondido, olha-se o magnífico portal sul da Igreja e experimentam-se os terraços, só conhecidos na representação do Atlas Topográfico de Lisboa de 1856, da autoria de Filipe Folque. O percurso criado vence o desnível topográfico existente, permitindo a descida até à Rua do Carmo ou à Rua Garrett desde o Largo do Carmo, por meio de rampas, escadas e também por elevador público incorporado na recuperação do Edifício Leonel, que suporta parcialmente o acesso, em ponte, ao Elevador de Santa Justa. Articulando os vários espaços de forma integrada, esta obra aliou à valorização patrimonial do local a criação de um espaço público de lazer com esplanadas, contribuindo para o seu sentido de urbanidade e estimulando vivências. Foi-lhe atribuído o Prémio Valmor 2015.

Tipologia
Conjunto Urbano/Visita Urbana

Fotografia
Não é permitido fotografar

Favoritos
Animação de Carregamento