Saltar para o conteúdo principal
Trienal de Arquitectura de Lisboa
© Guillaume Vieira
© José Frade

Torreão Nascente da Cordoaria Nacional

  • Autores Originais:
  • Reinaldo Manuel dos Santos
  • (1770)

Ocupação prevista: MédiaOcupação prevista: Média

Por ordem do Marquês de Pombal foi decretada a construção da Real Fábrica de Cordoaria nos terrenos contíguos ao Forte de São João da Junqueira, uma das primeiras áreas industrializadas de Lisboa. O projecto distribui os espaços funcionais de forma modelar, destacando-se o longo corpo central paralelo ao rio onde se instalou a oficina de cordame. Nas áreas adjacentes funcionaram secções de tinturaria, engomagem, urdidura arranjada, velame, alfaiataria e bandeiras, tecelagem, materiais de limpeza, além de áreas de apoio como carpintaria, serralharia e serviços administrativos. Em 1902 instalou-se a Escola de Medicina Tropical. Em 1995, um protocolo entre a Marinha e a Câmara Municipal possibilitou o uso polivalente e expositivo actual deste espaço com mais de 1.250 m2.

Morada
Avenida da Índia
Obter Direcções

Transportes Públicos
Autocarro: 15E, 714, 727, 728, 73B, 732, 751, 756

Tipologia
Equipamentos

Acessibilidade
Total

Fotografia
Permitido fotografar

Sábado e Domingo 15h, 16h

Por especialista
Sábado 15h e 16h e Domingo 15h por Jorge Catarino (Equipa de Mediação das Galerias Municipais)
Domingo 16h por Sofia Abrantes (Gabinete de Obras da EGEAC)

Acessíveis
Material táctil disponível

Lotação
30

Favoritos
Animação de Carregamento