Saltar para o conteúdo principal
Trienal de Arquitectura de Lisboa
Palácio da Ajuda
Palácio da Ajuda © Alba Barcena

Pelo meio das paredes esquecidas

Percurso Urbano por José Manuel Castanheira

Evento passado (edição 2023)  Percurso Urbano

Fora do Roteiro Actual

Há sempre duas cidades diferentes que coincidem no mesmo lugar: uma que julgo conhecer, outra que se apresenta estranha. Ao deambular vou desenhando labirintos entre recordações e novidades. Uma deslocação em modo de aprender a perder-me (Walter Benjamim), uma aprendizagem só possível na plenitude dos sentidos. A cada instante tantos acontecimentos, fábricas de tempo, fundem-se com restos de mapas que estacionam na mente. Camadas de pessoas e objectos em permanente renovação (Pamuk) configuram as coincidências que surgem entre a cidade que julgo conhecer e o imaginário da cidade.

Seguindo este exercício, invento uma viagem na minha cidade, lugar de tantas metamorfoses. Da Tasca do Sr João (Casalinho da Ajuda) imagino a Real Barraca (Galli Bibiana) em cujas cinzas se ergueu o Palácio Nacional da Ajuda. Depois, em sentido descendente e sempre na perspectiva do rio, havemos de encontrar o velho armazém, na Avenida da Índia, que se fez templo e abrigo de Lagoa Henriques e Carlos Amado (também refugiados de outras cinzas) depois ruína abandonada que sobreviveu à expansão do CCB, e que consegue renascer agora como Gabinete ou Teatro de Curiosidades (Karnart).

Duração
2h

Lotação
30

Informação Extra
Ponto de chegada: Galeria Lagoa Henriques (Avenida da Índia)

Favoritos
Animação de Carregamento