MENU
PTEN
Trienal de Arquitectura de Lisboa

A Trienal 2019 integra no seu programa 12 Projectos Associados

Data
03 OUT 2019 - 02 DEZ 2019
Edição
Participantes
Éric Lapierre, Sébastien Marot, Ambra Fabi, Giovanni Piovene, Mariabruna Fabrizi, Fosco Lucarelli, Laurent Esmilaire e Tristan Chadney.
Co-Produção
As 56 candidaturas a Projectos Associados, que vieram um pouco de todo o mundo, foram avaliadas pela equipa curatorial da 5ª edição composta por Éric Lapierre, Sébastien Marot, Mariabruna Fabrizi, Fosco Lucarelli, Ambra Fabi, Giovanni Piovene, Laurent Esmilaire, e Tristan Chadney. Dada a elevadíssima qualidade das propostas apresentadas, a selecção acabou por incluir 12 iniciativas, ou seja, o máximo previsto, tendo as mais diversas origens em que destaca Portugal com seis projectos e a Suíça com dois. 


Estes projectos autofinanciados que vão dar corpo a uma programação paralela de eventos variados que pretendem garantir a centralidade de Lisboa no debate arquitectónico internacional e reúne dois ciclo de conversas, uma performance, três instalações, dois seminários que incluem concerto, filme, workshop a par de cinco exposições. Acreditamos assim mostrar uma produção independente, rica, de grande relevância e valor para os mecanismos culturais vivos da cidade. Apresentamos aqui a lista das propostas seleccionadas que conta com mais de 60 participantes:

Alvalade Revisited (CH/PT)
Um programa multi-formato composto por um summer school, uma exposição, um seminário, filmes e concertos e que junta Francisco Moura Veiga (A FORSCHUNG), Dominik Arni (Arni Enterprise), Paulo Tormenta Pinto e Manuel Palha (Capitão Fausto).



Building 101 (PT)
Um ciclo de conversas com Joana Varajão, Ariana Marques da Silva, Sara Neves, Atelier Artéria

MOB Projects (CL/PT)
Uma exposição que reúne Eduardo Corales, Javier Toro Blum, Maria Piedad Aguilar, Ivan Navarro + Courtney Smith, OMMX, Martinez Barat Lafore, Bast, Maio Architects, Fernanda Fragateiro, Fala Atelier, SAMI Architects, Boris Gusic + Lucio Crignola, Plan Común, Erika Nakagawa, APRDELESP, Alejandra Prieto, Nicolás Aracena, Benjamin Ossa

The Unfinished Project: A Reading on the Unbuilt Malagueira (PT)
Uma exposição de Pedro Guilherme e Sofia Salema

Boxing boxes (MX)
Instalação de Daniel de León Languré e Carlos Ortega Arámburo 

Artificial Realities. Virtual as an aesthetic medium in architecture ideation (PT) 
Uma exposição curada por Sara Eloy e Nancy Diniz, e com a participação de Sara Eloy, Augmented Architectures, Anette Kreutzberg, Ioanna Symeonidou, Ana Moural, Effimia Giannopoulou, Pablo Baquero, Miguel Sales Dias, Ricardo Resende, Nuno Pereira da Silva, Carla Lopes, Luísa Almeida, em parceria com o Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL, ISTAR-IUL). 

A Certain Kind of Life (US)
Uma exposição de Jimmy Carter, Abigail Chang, Francesco Marullo, Agata Siemionow


The protagonist of our proposition is the elevator (CH)
Uma instalação de Javier Fernández Contreras, Roberto Zancan, Dafni Retzepi, Thierry Buache em parceria com o Departamento de Arquitectura de Interiores da HEAD - Geneva


Hidden Dimensions (BE)
Uma intervenção pública de Francelle Cane, Guillem Pons Ros, Galaad Van Daele 


REALSONABLE - Hors Série (FR)
Uma revista imaterial de Thaïs de Roquemaurel, Matthieu Blond


Art on Display, Formas de expor 49-69 (PT)
Uma exposição com curadoria de Penelope Curtis e Dirk van den Heuvel e realizada em parceria com três instituições internacionais - Jaap Bakema Study Centre and Het Nieuwe Instituut, Rotterdam.


Fogo Island Dialogues 2019: Atlantic Codes (CA)

Um seminário organizado por duas instituições internacionais - Fogo Island Arts e a Fundação Shorefast - com curadoria de Monika Szewczyk and Fabrizio Gallanti

Fogo Island, Newfoundland, Canada, 2018. © Steffen Jagenburg


Estes projectos promovem uma reflexão complementar à temática lançada por A Poética da Razão ou, de uma forma mais específica, a que cada uma das cinco exposições nucleares se reporta. Todos serão apresentados em Lisboa e concelhos adjacentes numa diversidades de espaços que vão desde o Bairro de Alvalade, à Fundação Calouste Gulbenkian, passando pela sala de exposição do ISCTE.