MENU
PTEN
Trienal de Arquitectura de Lisboa

Participação da Trienal na rede europeia da Future Architecture Platform continua a dar frutos

No âmbito da Matchmaking Conference, visitámos Liubliana para seleccionar cinco dos finalistas do 4º open call lançado pela Future Architecture Platform.

Medimos novamente o pulso à criatividade emergente num contexto europeu alargado, abrangendo, além do espaço da UE, o território dos Balcãs, por exemplo. Entre 13 e 15 de Fevereiro de 2019, pudemos assistir à apresentação das propostas mais votadas pelos membros da plataforma. De entre os finalistas, escolhemos cinco projectos para integrarem a programação da Trienal 2019, na vertente participativa desenvolvida pelo nosso Serviço Educativo.

Tudo começou com um novo Open Call for Ideas que decorreu entre Novembro de 2018 e Janeiro de 2019, o quarto lançado pela Future Architecture Platform, uma estrutura europeia composta por 21 membros — desde museus e festivais a agentes e produtores culturais — sediados em 16 países, criada para aproximar o público da arquitectura. Financiada pela União Europeia, esta plataforma — de que a Trienal é membro desde o início, em 2015 — todos os anos apela à apresentação de projectos de autores emergentes no sentido de que proponham ideias para o futuro da arquitectura. Com abrangência multidisciplinar, o call de 2019 convidou profissionais de todo o mundo a submeterem propostas que se debruçassem sobre alterações sistémicas, problemas práticos e novos campos de intervenção para lá dos enquadramentos preexistentes. Poderiam consistir em projectos já terminados ou na vertente conceptual ou teórica com ideias que reflectissem sobre inovações espaciais, sociais ou culturais. Um convite lançado a profissionais da arquitectura, do urbanismo ou todos aqueles cujo trabalho se enquadrasse nas temáticas versadas.

A plataforma recebeu 357 candidaturas provenientes de 60 países diferentes, atestando o seu carácter democrático e geograficamente inclusivo. Para a Matchmaking Conference foram seleccionados 25 finalistas através de um sistema de pontuação: dezoito deles pelos membros da plataforma, três pelos alunos que participaram em edições anteriores e um através de votação pública. Os restantes três foram os vencedores do Young Talent Architecture Award. O MAO – Museu de Arquitectura e Design de Liubliana, um dos principais museus dedicados à arquitectura e ao design na Europa do leste, foi o palco do encontro. Foram três dias que juntaram interessados e profissionais das áreas da arquitectura e do design — o contexto ideal para o desenvolvimento do networking entre pares, autores e agentes culturais.

As propostas reflectiram as palavras de Giovanna Borasi, curadora geral do CCA – Canadian Centre for Architecture, no balanço que fez quando referiu que o trabalho dos jovens pensadores deve não simplesmente adaptar-se às circunstâncias, mas olhar para onde outros não olham. Enquanto membros desta plataforma, pudemos conhecer por dentro as ideias e a qualidade do trabalho dos finalistas, seleccionando os cinco que melhor se enquadravam nas actividades participativas que pretendemos desenvolver. Desta vez, o convite foi feito no sentido de desenharem um programa educativo orientado para estudantes universitários e adultos.

As ideias e projectos que despertaram a nossa atenção, e que seleccionámos — F.A.T. – Forum for Architecture Theory (IT), Julio Gotor Valcárce (ES), Klodiana Millona (AL), Lodovica Guarnieri (NL) e Traumnovelle (BE) — podem ser consultados nos links anteriores. Estes jovens criativos estão a debruçar-se específica e respectivamente sobre cada uma das exposições centrais da 5ª edição. Para tal, proporcionaram-se cinco dias de residência que decorreram na nossa sede, entre 15 e 20 de Maio de 2019. Os frutos deste programa de mediação do nosso Serviço Educativo serão colhidos em breve, por ocasião de A Poética da Razão.