Saltar para o conteúdo principal
Trienal de Arquitectura de Lisboa
© Fragata D. Fernando II e Glória
© Fragata D. Fernando II e Glória
© Fragata D. Fernando II e Glória

Fragata D. Fernando II e Glória

  • Autores Originais:
  • Várias autorias
  • (séc. XIX)

Construída em Damão, na Índia Portuguesa, e lançada à água em Outubro de 1823, a Fragata D. Fernando II e Glória é um grande testemunho da história marítima nacional. De fabrico em teca, abundante no enclave de Nagar-Aveli, navegou à vela durante 33 anos ao serviço da Armada Portuguesa, entre o Atlântico Norte e o Índico. É a última nau da “Carreira da Índia”, responsável pela ligação marítima anual entre Lisboa e Goa. Ancora depois no Tejo enquanto Escola de Artilharia Naval até 1938, altura em que se assume enquanto navio-escola, a “Obra Social da Fragata D. Fernando”, instituição para acolhimento de jovens carenciados dedicada à instrução escolar e treino de marinhagem.
Vítima de um incêndio, corria o ano de 1963, permanece encalhada no rio Tejo, sendo restaurada apenas 30 anos mais tarde por iniciativa da Marinha e do Governo nos antigos estaleiros Ria Marine, em Aveiro. Em 1997 é relançada à água no Arsenal do Alfeite, onde recebe a mastreação e é musealizada, permanecendo até hoje em doca seca em Cacilhas, no Largo Alfredo Diniz junto ao terminal fluvial.

Morada
Largo Alfredo Dinis, Cacilhas
Obter Direcções

Transportes Públicos
Autocarro: 102, 106
Metro: Cacilhas (barco)

Tipologia
Equipamentos

Fotografia
Permitido fotografar

Sábado e Domingo, 10h-17h45

Por voluntário
1 por hora

Lotação
20

Favoritos
Animação de Carregamento