Saltar para o conteúdo principal
Trienal de Arquitectura de Lisboa
© FG+SG
© FG+SG
© FG+SG

Casa na Teófilo de Braga

  • Autores Originais:
  • ARX
  • (2013)

A natureza desta casa resulta de uma reflexão sobre temas identitários da arquitectura lisboeta, numa tipologia decorrente de um lote com 6 metros de largura por 15 de profundidade, rematado por um pequeno jardim nas traseiras. Um edifício de cinco pisos com duas fachadas radicalmente diferentes: uma primeira, que configura a frente de rua, evidenciando um carácter mais público, construído em pedra de lioz branco, e uma segunda, que desenha as traseiras do edifício, onde se explora a transparência do vidro, que prolonga o interior para fora da habitação abrindo o campo visual sobre o jardim. A ligação entre as duas fachadas é feita por um muro interior em betão aparente, pontuado pela presença de elementos em madeira de bétula. Torna-se evidente a forma através da qual a estrutura pode conformar o espaço, tornando-se em si mesma arquitectura. A estrutura de betão, constituída por apenas três planos – duas empenas e uma lâmina transversal – é pensada e totalmente exposta para definir o essencial do espaço da casa. O jardim assume-se como universo arqueológico, onde são visíveis as diversas camadas do tempo desde a fundação da casa no lugar, incitando à contemplação e vivência do exterior como prolongamento do espaço habitado.

Morada
Rua Doutor Teófilo Braga, 36
Obter Direcções

Tipologia
Habitação

Fotografia
Não é permitido fotografar

Favoritos
Animação de Carregamento

Lisboa ao ouvido

O Open House Lisboa 2020 é feito de oito passeios sonoros distintos. Uma edição segura, para conhecer Lisboa de forma independente e guiada por oito personalidades da cultura.

Saber Mais