Saltar para o conteúdo principal
Trienal de Arquitectura de Lisboa
© Nuno Cera

Torre de Belém

  • Autores Originais:
  • Francisco de Arruda
  • (1520)

  • Intervenções:
  • Várias autorias
  • (séc. XIX e XX)

Construída entre 1514 e 1519, no reinado de D. Manuel I. Porém, fez parte do sistema defensivo da barra do Tejo, por tiro de artilharia, concebido no reinado de D. João II. O sistema então pensado incluiu, além da Torre de Belém, que veio a ser construída mais tardiamente, a Torre da Caparica, ou de S. Sebastião, e a Torre de Cascais. Assente num afloramento basáltico, inicialmente a 250 metros da margem norte do rio, conjuga dois modelos arquitectónicos distintos: a torre, com 30 metros e quatro andares, ao modo de torre de menagem; e o baluarte, um dispositivo militar moderno, com a forma de corpo sextavado. Além da singular estrutura do edifício, é a sobrecarga ornamental, na modalidade festiva do tardo-gótico “manuelino”, que lhe confere valor especial. Os símbolos heráldicos de D. Manuel I, obsessivamente presentes, misturam-se com motivos ornamentais – cordas, nós e figurações de animais, entre elementos de alusão mourisca. Saliente-se a presença de uma extensa varanda, uma loggia, pensada para acolher o aparatoso cerimonial de corte. Na sua envolvente, após a demolição da Fábrica de Gaz de Belém, em 1950, foi desenhado por António Viana Barreto, em 1953, um parque urbano.

Morada
Avenida Brasília
Obter Direcções

Transportes Públicos
Autocarro: 15E, 79B, 729

Tipologia
Equipamentos

Fotografia
Permitido fotografar

Sábado, 10h-19h

Por voluntário
cada 30 minutos*
*excepto quando existe visita por especialista

Por especialista
Sábado, 15h por Dalila Rodrigues

Lotação
10

Favoritos
Animação de Carregamento