Saltar para o conteúdo principal
Trienal de Arquitectura de Lisboa
© José Semedo
© José Semedo

Arsenal do Alfeite

  • Autores Originais:
  • Arsenal do Alfeite ,
  • S.A.
  • (1939)
  1. O Arsenal do Alfeite, que recebe este topónimo pela proximidade à quinta homónima, assenta sobre uma plataforma em aterro virada para o Mar da Palha, compreendendo uma área de 36 hectares. A sua construção inicia-se em 1928, financiada pelas indemnizações da Primeira Guerra Mundial, e é formalmente inaugurado em 1939. Englobado na Base Naval de Lisboa, o Arsenal dedica-se principalmente à satisfação das necessidades de construção, manutenção e reparação naval da Marinha Portuguesa, de outras marinhas da NATO e comerciais, utilizando avançadas tecnologias, nomeadamente, nas áreas da electrónica, optrónica, armamento, mecânica e electrotecnia. Dispõe de uma doca seca com 138 m de comprimento, uma doca flutuante, três planos inclinados, um cais de acostagem, duas pontes de atracação, e 80 000 m2 de área construída. Em 2009, o estaleiro é convertido em sociedade anónima de capitais exclusivamente públicos, deixando de estar na dependência da Marinha Portuguesa, a qual representa actualmente o seu principal cliente.

Morada
Base Naval de Lisboa, Alfeite
Obter Direcções

Transportes Públicos
Autocarro: 103, 108, 114, 120, 123, 149, 755

Tipologia
Infra-estruturas

Fotografia
Permitido fotografar

Sábado, 10h e 14h

Por especialista
por José Semedo

Lotação
15

Favoritos
Animação de Carregamento