Saltar para o conteúdo principal
Trienal de Arquitectura de Lisboa
© Ana-Maria Vijdea
© Ana Maria Vijdea
© Ana Maria Vijdea

Ermida de São Crispim

  • Autores Originais:
  • Várias autorias
  • (1790)

Fora do Roteiro Actual

Uma antiga igreja pós-pombalina tem uma fachada quase minimalista que não se destaca no plano da rua. Erguida em 1790, próximo da ermida original que tinha o mesmo nome – Santos Crispim e Crispiniano, irmãos gémeos de origem romana, martirizados no tempo do imperador Diocleciano em Soissons, França, e protectores dos sapateiros. Foram proclamados por D. Afonso Henriques, em 1147, padroeiros de Lisboa, os primeiros da capital portuguesa, pois foi em dia de festa destes mártires – 25 de Outubro – que Afonso Henriques tomou Lisboa. Após anos de abandono, em 2001 a ermida foi cedida para a utilização da comunidade romena, que lá instalou a sua Igreja Ortodoxa, a Paróquia da Entrada de Nossa Senhora no Templo. Quem a visita tem a oportunidade de conhecer a liturgia desta comunidade e a forma como ela adaptou o espaço.

Morada
Rua de São Mamede, 18B
Obter Direcções

Transportes Públicos
Autocarro: 28E, 12E, 737
Metro: Baixa-Chiado, Rossio. Terreiro do Paço

Tipologia
Equipamentos

Fotografia
Permitido fotografar

Favoritos
Animação de Carregamento