Saltar para o conteúdo principal
Trienal de Arquitectura de Lisboa

Arroios, ao Redor

De e por: Leonor Teles

Sinopse

Como é que uma rua chega a outra? é a premissa da cineasta neste percurso que começa e acaba num miradouro. Uma caminhada entre a Fonte Luminosa e a Graça, que percorre a zona de Arroios (o Mercado de Arroios, a Praça do Chile) e termina a serpentear as ruas da colina, passando pelo Bairro Estrela d’Ouro até chegar à Nossa Senhora do Monte. Leonor Teles faz da cidade tela. O convite deste trajecto é-nos próximo, perto e íntimo porque explora a luz de Lisboa, os contrastes e as cores que pintam as fachadas e enaltecem esta paleta. O percurso explora diferentes naturezas, da Barão de Sabrosa à Morais Soares, e convoca  movimentos, espíritos e estéticas, passaportes necessários para viajar entre descampados e ruas estreitas, entre histórias de cinemas devolutos e diferentes correntes arquitectónicas.

Informação Útil

Distância: 3,9 km

Grau de Dificuldade: Médio

Duração do áudio: 63 minutos

Início do percurso: Fonte Monumental da Alameda (no topo)

Fim do percurso: Miradouro da Nossa Senhora do Monte (Graça)

MAPA DO PASSEIO

Ficheiro Áudio

Para quem está a usar um dispositivo móvel, clique em Listen in browser para ouvir este passeio sonoro.

Locução adicional

Daniel Viana; Marina Leonardo; Vicente Gil e Carolina Vicente (por ordem de aparição).

Sobre Leonor Teles

Leonor Teles © Ágata de Pinho

Leonor Teles © Ágata de Pinho

(Vila Franca de Xira, 1992) Leonor Teles licenciou-se em Cinema na Escola Superior de Teatro e Cinema (2013) e concluiu o Mestrado em Audiovisual e Multimédia pela Escola Superior de Comunicação Social (2015). Balada de um Batráquio foi a sua grande estreia nas distinções, ao vencer o Urso de Ouro de Melhor Curta-Metragem na Berlinale (2016), seguindo-se Terra Franca,  a sua primeira longa-metragem documental, premiada com o Prix International de la SCAM no Cinéma du Réel, Prix de La Ville d’Amiens/Festival d’Amiens e Mejor Opera Prima Internacional no Festival Mar del Plata (Argentina) em 2018. Em 2019 estreou Cães que Ladram aos Pássaros na competição Orizzonti do Festival de Veneza 2019, nomeada também para os EFA. Actualmente, Leonor está a desenvolver o primeiro projecto de longa-metragem de ficção.

Favoritos
Animação de Carregamento