Saltar para o conteúdo principal
Trienal de Arquitectura de Lisboa

Bairro de Alvalade

De e por: Tomás Wallenstein

Sinopse

Alvalade são as ruas, os cafés e a arquitectura dos anos 30 a 70, do século XX. Alvalade existe nas igrejas, nas estátuas e no sossego agitado de um paradigmático bairro dentro da cidade. É-nos familiar pela riqueza do edificado e pela morfologia vigente. Aos olhos de Tomás Wallenstein, Alvalade também é a sua casa. E é por ela que vagueamos entre a contemplação e a imersão, entre a Avenida da Igreja e Roma, a dos Estados Unidos e da América. Acompanhados por uma selecção de músicas que convidam a pausas e viagens por refrães, a pauta percorre o Complexo dos Coruchéus, o Parque de Jogos 1º de Maio e o Bairro das Estacas. Um percurso que oscila entre elementos de diferentes regimes, de arquitectos de renome e de rotas que a história enaltece e este passeio revisita. Palco de revoluções, agitações e celebrações: assim é Alvalade. E, agora, chama por si.

Informação Útil

Distância: 3,2 km

Grau de dificuldade: Médio

Duração do áudio: 51 minutos

Início do percurso: Igreja São João de Brito

Fim do percurso: Teatro Maria Matos

MAPA DO PASSEIO

Ficheiros Áudio

Para quem está a usar um dispositivo móvel, clique em Listen in browser para ouvir este passeio sonoro.

Banda Sonora

Estas foram as músicas escolhidas por Tomás Wallenstein que ouviu ou irá ouvir ao longo deste passeio sonoro.

Wild Time, Weyes Blood – Sub Pop Records, 2019
Olho de Lince, Luís Severo – Música com Manuel Palha e Diogo Rodrigues, Cuca Monga, SME Portugal, 2017
Arabesque no1, Claude Debussy (Aldo Ciccolini – Piano) – Warner Classics, 2006
Traz Outro Amigo Também, José Afonso – Orfeu, 1970
Under the Boardwalk, Tom Tom Club – Música e letra de Arthur Resnick e Kenny Young, Island Records, 1987
Corrida de Jangada, Elis Regina – Música de Edu Lobo e José Carlos Capinan, Universal Music International, 1969
A Ilha, Fausto Bordalo Dias – Sony Music Entertainment, 1984
E Depois do Adeus, Paulo de Carvalho – Música de José Calvário, letra de José Niza, Orfeu, 1974

Versão com Audiodescrição

Esta é uma versão com audiodescrição adaptada para pessoas cegas ou com baixa visão, realizada em parceria com a Locus Acesso.
Recomendamos que a pessoa cega ou com baixa visão faça o percurso com um acompanhante que vê.

Sobre Tomás Wallenstein

Tomás Wallenstein © Maria Köelle

(Lisboa, 1989) Tomás Wallenstein revelou, desde muito novo, uma curiosidade para com os mais variados instrumentos, tocando piano, violino, baixo, guitarra e até mesmo bateria. Filho de uma cantora lírica e de um contrabaixista, é compositor e letrista dos Capitão Fausto. Apesar de ter estudado Arquitectura, cedo percebeu que a sua verdadeira vocação estaria em cima dos palcos. A par da sua carreira com os Capitão Fausto e inúmeras colaborações, é um dos criadores da Cucamonga, a editora responsável pelo lançamento de artistas como GANSO, Luís Severo, Zarco, Reis da República e Rapaz Ego.

Favoritos
Animação de Carregamento

Lisboa ao ouvido

O Open House Lisboa 2020 é feito de oito passeios sonoros distintos. Uma edição segura, para conhecer Lisboa de forma independente e guiada por oito personalidades da cultura.

Saber Mais